Senadores Magno Malta e Eduardo Lopes faltaram à sessão que aprovou a lei de união civil gay

Os senadores evangélicos Magno Malta eEduardo Lopes não compareceram á votação do Projeto de Lei que altera oCódigo Civil e reconhece a legalidade da união estável entre homossexuais.

A votação na semana passada e deu vitóriaao projeto de Marta Suplicy.

O projeto altera os artigos 1.723 e 1.726 do Código Civil e passa a permitir quecasais homossexuais que vivem em união estável poderão solicitar tanto o registro civil de casamento como o de união civil entre homossexuais.

0 comentários :

Postar um comentário