Exército brasileiro admitiu que aceita militares gays

Exército admitiu que aceita militares gays em seus quartéis. Por meio de nota, os oficiais disseram que “o exército brasileiro não discrimina qualquer de seus integrantes, em razão de raça, credo, orientação sexual ou outro parâmetro”.

A informação surgiu após questionamento sobre a posição do Exército em relação ao casamento, em maio, de um major com um companheiro civil.

0 comentários :

Postar um comentário