Rede de TV CNN elege as melhores paradas do mundo mas deixa de fora as brasileiras

CNN elegeu as cinco melhores Paradas Gays do mundo, mas estranhamente deixou de fora a de São Paulo e a do Rio de Janeiro. A rede de TV também não incluiu os eventos de Nova York e São Francisco.

Boston, Estados Unidos A Boston Pride é mais que uma grande festa. O evento inclui discussão sobre direitos humanos, educação, saúde. Além disso, nesse ano, irá contar com a exposição Pride: 40 Anos de Protesto & Celebration, que mostra a história da luta LGBT nos Estados Unidos. A festa começa no sábado, 9 de junho, e se estende por todo o final de semana.  O frequentador deve escolher o estilo musical que mais lhe agrada e buscar um bloco pelas ruas e avenidas da cidade.

Tel Aviv, Israel Durante esta época do ano, Tel Aviv faz jus à fama de capital gay do Oriente Médio. Nesta época, a cidade se pinta e até as faixas de pedestres recebem as cores do arco-íris, símbolo da luta LGBT. Durante toda a semana - de 3 a 8 de junho, clubes e bares estão cheios e eventos especiais, previstos na agenda. Na sexta-feira (8), uma das maiores festas da cidade começa no Gan Meir Garden, um pequeno parque frequentado pela comunidade gay, e termina no Mediterranean Sea. Para aproveitar a estadia, visite Hilton Beach, o Observatório Azrieli e o museu Beit Ha´ir.

Amsterdam, HolandaAo contrário da maioria das paradas gays, em Amsterdan, ela não conta com carros alegóricos. O desfile é todo feito em barcos e, no total, serão 75 embarcações decoradas, desfilando pelo Canal Prinsengracht e Rio Amstel. A Canal Parade acontece no dia 4 de agosto, porém, reserve um tempo para ir ao Pink Point e, também, visitar a casa de Anne Frank, um símbolo de luta pela liberdade, e, ainda, aproveite para conhecer uma das centenas de cervejarias da cidade.

Asheville, Estados Unidos Conhecida por sua cena cultural vibrante e por suas políticas progressistas, Asheville recebeu o título de uma das cidades mais gays da América. O festival, chamado de Blue Ride Pride, é pequeno e reúne em média 10 mil pessoas em um dia repleto de música, oficinas e atividades familiares. Neste ano, a parada contará com protestos à aprovação da lei proíbe o casamento gay, na Carolina do Norte.

Atlanta, Estados UnidosO Atlanta Pride é um dos maiores do país e atrai milhares de pessoas. As comemorações começam bem antes do dia da festa, no dia 14 de outubro. A cidade conta com uma série de pré-eventos, como uma vigília da AIDS, uma exposição com cartazes de combate ao HIV, debates sobre direitos humanos e eventos literários. Ainda, vale reservar um tempo para visitar Centro Martin Luther King e o Jardim Zoológico no Grant Park.

0 comentários :

Postar um comentário