Ativistas russos são presos por fazerem "propaganda homossexual

No último final de semana, oito ativistas de direitos gays foram presos em São Petersburgo por tentarem fazer comícios alusivos ao Orgulho GayTrês deles forampresos em um parque e os outros cinco, mais tarde, no complexo de Smolny.

Em março deste ano, a cidade russa aprovou uma lei que proíbe a "propaganda homossexual". Os comícios foram uma tentativa de protestar justamente contra essa lei, que já existe em outras três cidades do país, mas, segundo relatos, apenas nove pessoas compareceram para se juntar à manifestação. Os ativistas conseguiram uma autorização para o evento, que, no entanto, foi revogada no último minuto.

0 comentários :

Postar um comentário