Grupo antigay planeja boicote a Google

Google resolveu lançar uma campanha pró-gay. A "Legalise Love", anunciada no último sábado (07), pretende entrar na luta contra leis que criminalizam a homossexualidade em diferentes países ao redor do mundo.

"Queremos que nossos funcionários que são gays, lésbicas ou transgêneros tenham fora do escritório a mesma experiência que têm dentro do escritório", disse o executivo da simpatizante companhia, Mark Palmer-Edgecumbe.

O problema é que essa iniciativa já colocou a empresa nos holofotes dos homofóbicos. A antigay American Family Association, famosa por promover boicotes a qualquer coisa que apoie qualquer ponto relacionado aos LGBTs, já está considerando promover um boicote contra os produtos Google!

Um vídeo mostra Buster Wilson, gerente geral da rede de rádio da AFA, ponderando sobre a questão. "Isto vai ser duro para muitos de nós. Estamos tão integrados com os produtos da Google... Isso vai ser duro. É mais do que apenas um buscador. Muitos de nós temos celulares com Android, usamos o Google Calendar, ou o Google Tasks, ou o Gmail...".

Atualmente, a AFA já boicota um bom número de companhias que apoiam os direitos civis de homossexuais, como a Oreo Cookies e a Home Depot. Curiosamente, o vídeo está hospedado no YouTube... Que, todos sabemos, pertence à Google.

0 comentários :

Postar um comentário