Casal gay registra filho em cartório sem precisar recorrer à Justiça na Argentina

Carlos Grinblat, de 41 anos, e Alejandro Dermgerd, 35, conseguiram registrar, em Buenos Aires, o filho Tobias, de apenas um mês, com o nome dos dois pais.

O caso virou motivo de comemoração por ter sido registrado em um cartório do centro da cidade, sem necessidade de uma decisão judicial.

Tobias nasceu na Índia, país escolhido para a realização de uma barriga de aluguel.

Em 2010, a Argentina se tornou o primeiro país da América Latina a autorizar aunião entre casais do mesmo sexo. De lá pra cá, a comunidade LGBT já conquistou diversos direitos, o mais recente foi para que travestis e transexuaistirassem seu RG de acordo sua identidade de gênero.

0 comentários :

Postar um comentário