Primeiro livro de Chris Colfer (Kurt do seriado "Glee") já é um bestseller


O ator e cantor americano, Chris Colfer, conhecido por sua interpretação de Kurt Hummel na série Glee, acaba de lançar seu primeiro livro e, de quebra, alcançar o topo da lista dos mais vendidos do jornal "The New York Times".

"The Land Of Stories" (A Terra das Histórias), que segundo o próprio autor é uma homenagem aos contos de fadas, narra a história dos irmãos gêmeos Connor e Alex, que são sugados para seu livro favorito e encaram os personagens sobre os quais cresceram lendo. Colfer, de 22 anos, diz que teve a ideia pois sempre foi uma criança curiosa e que questionava os contos de fadas lidos por sua mãe.

Chirs está exultante com a notícia, e deixou isso bem claro em mensagens no Twitter. "'The Land Of Stories' está estreando em # 1 na lista de best-sellers do New York Times! Nunca em meus sonhos mais loucos imaginei isso. Obrigado!
O jovem escritor contou ao site norte-americano "Entertainment Weekly", que não tinha muito tempo para escrever, mas mesmo assim não desistiu. "Quando eu comecei a escrever estava em turnê com o elenco, planejando um filme, e gravando a terceira temporada. Eu escrevia entre cenas e lembro de sair de uma performance todo coberto em suor e sentar direto no computador." 

Colfer se mudou recentemente e já começou a trabalhar numa sequência do seu primeiro romance. Quando anunciou no ano passado a publicação de seu livro, Chris disse: "Quando eu tinha dez anos, eu prometi a mim mesmo que se eu tivesse a oportunidade de escrever este livro, eu não desperdiçaria".

"Este volume tem sido o centro da minha imaginação por um longo tempo, e eu estou animado e nervoso para compartilhá-lo", disse o jovem autor.

Chris, que é assumidamente gay, já declarou em outras ocasiões que sofreu bullying na escola. "Fui hostilizado na escola todos os dias, chamado de bicha, tinha coisas grudadas nas minhas costas". Colfer disse que se voltou para a escrita e para a tevê como uma forma de escapismo. "Na maior parte da minha adolescência eu ficava no meu quarto escrevendo ou assistindo a coisas que eu não deveria assistir na TV, como [a série] Nip/Tuck".

0 comentários :

Postar um comentário