Relatório cheio de escândalos sexuais pode ter provocado a saída de Bento 16

A revelação sobre casos de prostituição de seminaristas e homossexualidade entre integrantes da Igreja Católica chocou Bento 16 a ponto de ele decidir pela renúncia. A informação foi publicada por um jornal da Itália.

Segundo a reportagem, os detalhes sobre episódios de sexo, disputas de poder e mau uso de dinheiro estavam no documento de 300 páginas recebido por Bento 16, em dezembro.

O jornal afirma que ele teria dito, ao ler a papelada produzida por investigadores do escândalo, que o documento teria de ser entregue a um novo Papa, “mais forte, jovem e santo para poder enfrentar o trabalho”.

0 comentários :

Postar um comentário